Fossas Sépticas – Como funciona, tipos, objetivos, desentupir

As fossas sépticas são instrumentos de tratamento inicial de esgoto e nas suas unidades distribuídas de maneira doméstica, são realizadas as separações e as transformações do material sólido do esgoto.

Esse tratamento primário de esgoto é econômico e simples, principalmente quando é distribuído em áreas rurais ou residências com localizações isoladas.
Vale salientar que apesar da sua eficiência e das suas vantagens nas áreas que não possuem saneamento básico, a fossa séptica não é capaz de fornecer o tratamento de esgoto completo.

Funcionamento

A fossa séptica começa a trabalhar com a retenção do esgoto que será mantido na fossa por 24 horas. Durante esse tempo, o material sólido do esgoto será sedimentado e depositado no fundo da fossa. Esse efeito gera um tipo de lodo semilíquido e uma camada emersa com materiais que formam uma escuma.
Depois desse processo, é realizado um “ataque” de bactérias anaeróbias contra o lodo, eliminando assim o efeito ativo das substâncias de cunho voláteis e outros microrganismos que são patogênicos.
O resultado desse processo é uma redução significativa de líquidos, sólidos e a estabilização ideal dos gases, permitindo assim a disposição dos efluentes para o meio ambiente com maior segurança.

Tipos de fossa séptica

Pré-moldadas:
Esse tipo é encontrado facilmente no mercado que a comercializa. O seu formato é cilíndrico e suporta grandes volumes pre-estabelecidos.
Feitas no local:
Essas fossas são feitas no local onde serão instaladas de acordo com projeto de engenharia e possuem formatos circulares ou retangulares.

Instalação da Fossa Séptica Biodigestora
Cristalina – GO. Instalação da Fossa Séptica Biodigestora. Foto: Davi Zocoli

Objetivos da fossa séptica

  • Impedir os riscos que as contaminações das fontes que geram o abastecimento aos domicílios podem causar.
  • Não alterar as condições ideais e fundamentais para a vida de diferentes ecossistemas aquáticos que podem ser prejudicados com a disposição errada do esgoto.
  • Evitar a poluição das águas que são utilizadas para abastecimento da população em geral e também das que são utilizadas para manter a vida dos animais e irrigar plantações, entre outros tipos de usos.
  • Os locais que não possuem programa de tratamento de esgoto têm na fossa séptica, uma excelente solução para evitar doenças nas famílias e a contaminação do meio ambiente.

Como desentupir e limpar fossas sépticas

Por serem difíceis de limpar e desentupir recomenda-se sempre chamar uma empresa especializada em realizar este tipo de serviço. Diferente da pia, dos canos e sanitários, fossas sépticas tem uma estrutura muito maior e mais complexa, além de conter elementos químicos perigosos a saúde além do esgoto acumulado.

Recomenda-se que a limpeza deste tipo de fossa seja realizada a cada 2 ou 3 anos, para que não ocorra transbordo e acumulo de lodo no fundo das caixas.

Este artigo foi útil para você? Avalie!
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votes, average: 5,00 out of 5)

Loading...

2 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *